Pular para o conteúdo principal

25 anos e ninguém foi jogado pela janela


O baixista do Skid Row, Rachel Bolan, Concedeu entrevista ao SCTimes. Confira alguns trechos.

Os 25 anos da banda: Passei mais tempo com Snake (Sabo, guitarrista) do que com qualquer esposa ou namorada. Conheço o cara faz tempo, assim como Scotti (Hill, o outro guitarrista). Isso não significa que concordamos em tudo. Houve momentos em que gostaríamos de jogar um ao outro pela janela. Mas no fim, somos como irmãos.

O rompimento no meio da década de 1990: Achamos que não faríamos mais nada. Mas começamos a receber e-mails e cartas no escritório. As pessoas queriam voltar a ver o Skid Row e começamos a sentir falta disso. Sabíamos que se voltássemos as coisas seriam diferentes.

Johnny Solinger, substituto de Sebastian Bach, que está na banda desde 1999: Quando ele se juntou ao grupo, nos deu o gás que faltava. Havia um cara diferente e que trazia coisas positivas.

Os rumores de uma reunião com o antigo vocalista: Na verdade, nunca houve uma conversa concreta, apenas rumores. Nos livramos dele e nunca olhamos para trás.

A adaptação de Solinger à banda: Depois da primeira turnê, parecia que sempre tinha sido assim. É estranho, quando ouço uma canção antiga no rádio ela soa bizarra pois já me acostumei com a voz de Johnny nelas.

Novidades: Estamos trabalhando. Snake e eu sempre compomos quando temos chances. Já possuímos oito músicas e queremos fazer, no mínimo, mais umas dez. Moro em Atlanta e ele em Hollywood, então precisamos voar para um encontro. Fazemos o possível pelos contatos virtuais, mas a coisa só dá realmente certo quando estamos próximos. Duvido que algo sairá ainda esse ano, mas espero que em 2012 aconteça. Quando fizemos o primeiro disco, em 1988, jamais imaginei que ainda estaríamos nessa. É muito legal.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…

Ratos de Porão: 'Crucificados Pelo Sistema' tem relançamento especial

O álbum de estreia do Ratos de Porão, Crucificados pelo Sistema, lançado originalmente em 1984, tem o relançamento previsto para Março deste ano nos formatos LP e CD.

A Hearts Bleed Blue (HBB), ao lado das gravadoras Läjä Records e Bruaki!, será responsável pela nova edição do clássico que, com a capa na cor preta, tem versão especial em vinil 180 gramas. O LP ainda vem acompanhado de um EP 7 polegadas inédito, com seis músicas, gravado ao vivo em 1983 no Napalm, lendária casa de show de São Paulo.

Já é possível encontrar o relançamento de Crucificados pelo Sistema em pré-venda, nos dois formatos, através do site da HBB Store. Na loja da gravadora também está à venda o documentário "30 Anos Crucificados Pelo Sistema", que conta a história da gravação do álbum de estreia do Ratos de Porão.