Pular para o conteúdo principal

Futuro saudável logo atrás


O baixista David Ellefson (Megadeth) foi entrevistado recentemente pela Classic Rock Revisited. Confira abaixo:

Há coisas acontecendo no Thrash Metal que fãs apenas sonhavam que acontecessem. O Megadeth está a todo vapor. Chris Broderick é o melhor guitarrista desde Marty Friedman, na minha opinião.

Ellefson: "Quando Marty saiu da banda, foi um grande estouro para a família Megadeth. Os fãs realmente admiravam aquela formação. Foi difícil quando tivemos que fazer a mudança com Nick Menza. Jimmy DeGrasso era um baterista fantástico e veio sob difíceis circunstâncias. Quando Marty saiu, foi realmente duro."

"É interessante; quando fizemos o álbum 'Rust In Peace', foi a reformação da banda. Éramos Dave e eu e trouxemos Nick e Marty, e foi realmente uma reformação da banda. Não pensamos de forma consciente naquilo, mas nós havíamos parado e ficado um ano e meio fora das estradas. O ciclo de eventos que aconteceu realmente reformou o grupo. E foi mais ou menos o que aconteceu agora."

Nunca pensei deste jeito.

Ellefson: "Na verdade, nem eu, até que você trouxe isto. A diferença é que lançamos 'Rust In Peace' com aquela formação. Agora temos um ano todo para terminar tudo e cair na estrada com a formação atual. Os fãs amam Chris Broderick. Ele soa bem no Megadeth. Com meu retorno, soa mesmo como o Megadeth novamente."

A comunidade Metal existe fora do mainstream. Desde que você voltou e viajou o mundo, qual a sua visão sobre a forma global da comunidade Metal?

Ellefson: "Em 2010, tivemos o pontapé inicial do 'revival' do Thrash, com certeza. Várias bandas desde 2004 e 2005 revitalizaram o estilo para a nova geração porque elas surgiram essencialmente ouvindo os discos do Big 4. Muitas bandas declaram abertamente que são influenciadas pelo Megadeth, Metallica, Slayer e Anthrax. Quando fizemos o Big 4 no ano passado, realmente rolou algo como uma 'vingança'. Estamos no Mayhem Festival, ainda fazemos datas com o Big 4 também. A vela do Big 4 se transformou em uma chama. No Mayhem Festival, não somos apenas nós os veteranos também, temos o Godsmack e o Disturbed, que deram grandes contribuições ao Metal de seus próprios jeitos. Nos palcos laterais há todas aquelas bandas novas que estão chegando. É muito legal que tenhamos um futuro saudável para o Metal logo atrás de nós.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…

Ratos de Porão: 'Crucificados Pelo Sistema' tem relançamento especial

O álbum de estreia do Ratos de Porão, Crucificados pelo Sistema, lançado originalmente em 1984, tem o relançamento previsto para Março deste ano nos formatos LP e CD.

A Hearts Bleed Blue (HBB), ao lado das gravadoras Läjä Records e Bruaki!, será responsável pela nova edição do clássico que, com a capa na cor preta, tem versão especial em vinil 180 gramas. O LP ainda vem acompanhado de um EP 7 polegadas inédito, com seis músicas, gravado ao vivo em 1983 no Napalm, lendária casa de show de São Paulo.

Já é possível encontrar o relançamento de Crucificados pelo Sistema em pré-venda, nos dois formatos, através do site da HBB Store. Na loja da gravadora também está à venda o documentário "30 Anos Crucificados Pelo Sistema", que conta a história da gravação do álbum de estreia do Ratos de Porão.