Pular para o conteúdo principal

O único amigo... que o matou


Sebastian Bach escreveu um pronunciamento emocionado sobre Jani Lane.

As pessoas estão me perguntando sobre Jani Lane e realmente não sei o que dizer. Imaginá-lo sozinho no hotel em Woodland Hills com a garrafa de vodka e um vidro de comprimidos é muito típico da cena real da vida de um músico de Rock. É uma vida marcada por extremos. Extrema atenção de pessoas que você não conhece, enquanto todo o trabalho e viagens te levam para longe dos que conhece. Tocamos para milhares de pessoas, depois voltamos para o quarto de hotel e fechamos a porta. Quando isso acontece... o silêncio é o exato oposto do volume do show. A solidão de um quarto vazio de hotel se torna o paralelo da adulação de estranhos. Para alguns, a garrafa de vodka, ou seja lá o que for, se torna um amigo que sempre está ali, enquanto os outros vêm e vão.

Sim, eu senti essas emoções.

Se vocês me vêem hoje enlouquecido por uma garota, é porque tudo que sempre quis era uma para amar e compartilhar minha vida. Que estivesse comigo onde quer que fosse, viajasse para locais distantes, ficasse em bons quartos de hotel, se divertir, dançar e ver o mundo. Mas é uma fantasia. Assim como Jani, passei a maior parte do tempo sozinho em um quarto de hotel, sonhando com uma garota que amava e estava em outro lugar. Como não ser assim?

Lembro de, décadas atrás, ter sido convidado para um churrasco na casa de Jani, ao qual compareci. Mas ele não. Passei a tarde com seu pai, cozinhando hambúrgueres e espetinhos, tendo um dia maravilhoso com a família. Minhas condolências a eles e especialmente a seus filhos, que agora só possuem lembranças do pai. Isso é dilacerante.

Que isso sirva de lição para dizermos belas palavras, às vezes. Antes que seja tarde de mais. Enquanto eles ainda estão vivos. Posso garantir que Jani Lane não previa que todos começariam a exaltar sua vida e época. O que ocorreu, provavelmente, porque ele morreu sozinho. Em um quarto de hotel. Com seu único verdadeiro amigo... que o matou no fim.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Músico do Ghost comenta homenagem a amigo suicida

“He Is”, faixa do álbum Meliora, do Ghost, é uma homenagem a Selim Lemouchi, líder da banda holandesa The Devil’s Blood. Ele cometeu suicídio em março de 2014, aos 33 anos. “Vivíamos longe, mas sempre que nos encontrávamos era uma diversão. Essa música já existia em demos, mas nunca tínhamos acertado o aspecto lírico. Após a morte de Selim, tudo se acertou. Ela fala sobre a fé em um grande além”, disse um dos músicos da banda ao Loudwire.