Pular para o conteúdo principal

Cantar bem, Jani Lane, festas e drogas


O vocalista Vince Neil (Mötley Crüe) foi recentemente entrevistado pela rádio WRIF de Detroit. Seguem trechos abaixo:

Sobre algumas pessoas afirmarem que ele está cantando melhor do que nunca:

Vince: "Eu não sei... só está saindo bem (risos). Acho que depois de tantos anos, minha voz finalmente amadureceu. É como se eu precisasse usar todo o meu alcance vocal - do mais alto ao mais baixo. Tem sido muito divertido cantar e ver as pessoas falarem 'você soou ótimo'."

Sobre a morte do vocalista Jani Lane (Warrant) depois de uma longa batalha contra o alcoolismo:

Vince: "O Warrant excursionou com o Mötley nos velhos tempos, e até com minha banda solo, fizemos muitos shows com o Warrant. É triste saber que ninguém pôde tomar as rédeas e dizer, 'Cara, você precisa parar. Você precisa desacelerar. Você precisa fazer algo.' Mas eu acho que quando você está viciado dessa forma, você não ouve mais as pessoas."

Sobre a hipótese de alguém ter dito para os membros do Mötley Crüe que eles deveriam diminuir as festas para ter uma longa carreira no mercado musical:

Vince: "Sim. Nos avisaram várias vezes. Então tivemos que desacelerar, daí começamos de novo e eles nos avisaram de novo. Eu me lembro que em 1986 ou 1987, os empresários cancelaram a turnê europeia do 'Girls, Girls, Girls' porque disseram que um de nós iria morrer. Então endireitamos, e daí entortamos de novo. Acho que você precisa desacelerar quando você fica velho, não se pode fazer as mesmas coisas de quando você tinha 20 anos. Então somos sortudos."

Sobre como é difícil ter 25 anos, estar no topo do mundo e resistir às drogas, às mulheres e tudo:

Vince: "Bem, isso é duro, muito difícil. E a maioria das pessoas seguem este caminho quando estão com a grana e a fama. Mas os espertos sabem que não se pode viver aquele estilo de vida. Para ter longevidade nesse negócio, ou em qualquer outro, deve-se comportar como um adulto."
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Músico do Ghost comenta homenagem a amigo suicida

“He Is”, faixa do álbum Meliora, do Ghost, é uma homenagem a Selim Lemouchi, líder da banda holandesa The Devil’s Blood. Ele cometeu suicídio em março de 2014, aos 33 anos. “Vivíamos longe, mas sempre que nos encontrávamos era uma diversão. Essa música já existia em demos, mas nunca tínhamos acertado o aspecto lírico. Após a morte de Selim, tudo se acertou. Ela fala sobre a fé em um grande além”, disse um dos músicos da banda ao Loudwire.