Pular para o conteúdo principal

King Diamond: quando o Heavy Metal encontra a Paleontologia

 

Um encontro entre um passado distante e o presente: um verme de meio metro de comprimento, possuidor de mandíbulas mortais e que viveu há 420 milhões de anos, e o paleontólogo Mats E. Eriksson (da Lund University) que descobriu seus impressionantes restos mortais nunca vistos antes. Sendo um grande fã da lenda do metal escandinavo King Diamond, Eriksson nomeou a espécie de Kingnites Diamondi.
Eriksson compôs uma letra sobre o organismo e contou com a participação do vocalista Tomas “Tomba” Linderberg da banda At the Gates, da banda americana de black metal industrial Invertia e de um dos grandes talentos da Alemanha da música experimental e dark ambient, Seetyca, na gravação. A letra da música se baseia em seu artigo cientifico sobre o poliqueto Kingnites diamondi, e conta a história a partir de uma narrativa do ponto de visto do próprio animal. A história se foca no possível estilo de vida do organismo, de fato um “Deep Time Predator” (nome original da música), e seu sepultamento, o processo de fossilização e depois a descoberta pelos cientistas do presente. Com fã de heavy metal que sempre foi, Eriksson optou por dar um ar sombrio à letra, com pegadas metálicas e nomeando o fóssil tudo focado em exaltar o legado musical de King Diamond.
Além da versão original da música “Deep Time Predator” da banda Invertia, o vocalista Tomas

Tompa gravou uma segunda faixa onde ele lê o resumo do artigo científico de Eriksson, tendo a versão original remixada pelo Submerged e contando com um fundo de Black metal experimental, com uma atmosfera produzida pelo Zerfallmensch. Uma versão death metal também foi gravada por Tomas Ansersson da banda Denata.
Este projeto foi uma colaboração direta com o professor Mats E. Eriksson, descobridor do fóssil, e a Science Slam Sonic Explores (SSSE), que é uma iniciativa coletiva de músicos e pesquisadores, liderada do lado científico pelo geólogo Achim G. Reisdorf (University of Basel) e do lado audiovisual pelo New York’s Submerged (Kurt Gluck), chefe do selo Ohm Resistance. O SSSE foi formado em 2013 para unir os cientistas e pesquisadores com músicos, e combinar seus talentos para criar uma nova forma de som e arte visual – se especializando em levar a linguagem cientifica complexa a um público mais amplo e de forma mais acessível, complementada com música e arte visual.

O SSSE já havia trabalhado antes com o paleontólogo norueguês Jørn Hurum, descobridor do fóssil de primata Ida (Darwinius masillae).

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…