Pular para o conteúdo principal

Médico legista diz ainda não haver evidências de que B.B. King tenha sido envenenado



No decorrer das declarações de Karen Williams e Patty King, filhas da lenda do blues B.B. King, de que o músico morreu em 14 de maio deste ano por envenenamento, o médico legista do condado de Clark County, no estado de Nevada, Estados Unidos, John Fudenberg, declarou que por enquanto não há evidências de que isso tenha acontecido. Ainda assim, a denúncia será investigada.

 Karen e Patty afirmam que o assistente pessoal de King, Myron Johnson, e a empresária LaVerne Toney, assassinaram o pai delas. “Acredito que meu pai foi envenenado e que lhe prescreveram remédios desconhecidos. Acredito que meu pai foi assassinado”, elas se manifestaram em comunicado.

 esse momento, não possuímos evidências de que essas alegações de má-fé serão confirmadas. No entanto, as estamos levando de forma bastante séria e vamos conduzir uma investigação detalhada”, disse Fudenberg em comunicado ao jornal inglês The Guardian.
Poucos dias depois de B.B. King morrer aos 89 anos, em Las Vegas, Nevada, o médico de B.B. King, Darin Brimhall, e John Fudenberg revelaram que o guitarrista foi vítima de "demência multi-infarto", doença associada à diabetes, que também é conhecida como "demência vascular". Uma nova autópsia será realizada e o resultado deve ser conhecido entre seis a oito semanas.
O artista vivia com diabetes nos últimos 30 anos. Ele foi hospitalizado em abril devido a uma desidratação e em outubro de 2014, teve que cancelar oito datas de shows forçosamente por desidratação e exaustão.
Segundo o The Guardian, a empresária LaVerne Toney e os 11 filhos sobreviventes de King vivem em longa disputa pelo espólio do músico, sob controle de LaVerne. Membros da família garantem que a agente controla R$ 5 milhões de propriedade de King, dos quais, R$ 1 milhão desapareceu recentemente. A justiça já negou repetidamente tais alegações, segundo a Associated Press.
Em comunicado, Brent Bryson, advogado que representa o espólio de King, respondeu. “Infelizmente, ícones musicais morrem. A senhora Toney fez tudo que pôde para atender aos pedidos do Sr.King e continua atendendo aos pedidos que ele tinha enquanto estava vivo. Espero que nos próximos dias possamos focar na contribuição musical do Sr.King para o mundo e não em declarações ficcionais feitas por aqueles que buscam atenção às custas do Sr.King”.
Mais de mil pessoas compareceram ao velório do mito do blues, na semana passada, em Las Vegas. Uma procissão deve acontecer nesta quarta-feira, 27, em Memphis, seguida de novo velório, sexta, 29, e do enterro, sábado, 30, no Mississippi, noticiou o The Hollywood Reporter”.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…