Pular para o conteúdo principal

Sammy Hagar chama Eddie Van Halen de "mentiroso"


Sammy Hagar, ex-vocalista do grupo Van Halen, lançou essa semana um vídeo no YouTube chamando Eddie Van Halen (guitarrista do grupo) de mentiroso pelos comentários que fez em relação a Michael Anthony, ex-baixista da banda.
Em entrevista à Billboard, o guitarrista havia afirmado que precisou ensinar Anthony a tocar todas as músicas clássicas do grupo antes de eles entrarem em turnê.
Cada nota que o Mike já tocou, eu tive que mostrar pra ele como tocar. Antes de entrar em turnês, ele vinha com uma câmera e eu tinha que mostrar pra ele como tocar todas as partes.
Além disso, Eddie também criticou a voz do baixista, menosprezando os backing vocals que acabaram virando uma das marcas registradas do grupo.
A voz do Mike é como um trompete piccolo. Mas ele não é um cantor. Ele só tem um alcance enorme. Mike nasceu como uma voz bem aguda. Eu tenho mais alma como cantor do que ele. E as pessoas sempre falavam sobre a voz de Mike nas músicas do Van Halen, mas isso era uma mistura da voz do Mike com a minha. Não era só ele.
E isso não deixou Sammy nem um pouco feliz. Assim que ficou sabendo da entrevista, Hagar fez um vídeo para o YouTube, mandando Eddie Van Halen ir “se foder” e chamou o guitarrista de mentiroso. Leia um trecho do vídeo transcrito.
É muito irritante vê-los indo atrás do Mikey. Mikey nunca fez nada [de errado] pro Van Halen. Mikey era o membro mais leal da banda. Ele era o primeiro nos ensaios, o último a sair, o cara era… o primeiro no show, ele era o cara que carregava a bandeira do Van Halen, todas as noites. […] Esse era Michael Anthony, ok? Ele era 100% dedicado. Ele nunca fez nada pra magoar esses caras. E eles tentam magoá-lo de novo, de novo e de novo.
E o Eddie falando que ele tinha que mostrar pro Michael o que tocar e que tinha que ensiná-lo todas essas músicas, isso é a maior mentira de bosta que eu já ouvi em minha vida. Eu estive naquela banda por 11 anos, e nunca teve uma câmera de vídeo envolvida do Eddie mostrando pra ele o que tocar. Eddie até poderia falar de vez em quando o que tocar, e dizer “não, Mike, não toque com esse tanto de notas. Só continue em uma nota só — boom, boom, boom, boom, boom, boom, boom, boom, boom — pra então eu poder foder com a minha parte e ninguém vai perceber”. Era esse tipo de merda. E eu tô dizendo sinceramente, especialmente na reunião de 2004, que se o Mike tocasse mais de uma nota, mostraria que o Eddie não estaria tocando os acordes certos de novo, de novo, e de novo; Eu não conseguia cantar desse jeito, e não daria pra tocar baixo desse jeito. Então… são um monte de mentiras.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Músico do Ghost comenta homenagem a amigo suicida

“He Is”, faixa do álbum Meliora, do Ghost, é uma homenagem a Selim Lemouchi, líder da banda holandesa The Devil’s Blood. Ele cometeu suicídio em março de 2014, aos 33 anos. “Vivíamos longe, mas sempre que nos encontrávamos era uma diversão. Essa música já existia em demos, mas nunca tínhamos acertado o aspecto lírico. Após a morte de Selim, tudo se acertou. Ela fala sobre a fé em um grande além”, disse um dos músicos da banda ao Loudwire.