Pular para o conteúdo principal

Van Halen: banda quer impedir que Sammy Hagar toque hits ao vivo


A mais nova banda de SAMMY HAGAR, THE CIRCLE, vem tocando shows que são bastante permeados com faixas clássicas da carreira do vocalista – e ele agora acusa aos irmãos ALEX e EDDIE VAN HALEN de quererem evitar que ele toque músicas compostas originalmente para o VAN HALEN.
Hagar fez a surpreendente afirmação para o podcast do jornalista e apresentador EDDIE TRUNK, depois de dizer ao mesmo que desde que sua antiga banda parou completamente de tocar seus sucessos de 1985 – 1996, ele e o baixista MICHAEL ANTHONY são os únicos que as apresentam ao vivo.
“Eu me sinto obrigado porque, veja bem, nós vendemos 40, 47 milhões de discos, seja lá o que foi que vendemos juntos. Tivemos todos aqueles álbuns em #1. Aquelas músicas são ótimas. ‘Right Now’, ‘When It’s Love’, ‘Finish What You Started’… essas são músicas excelentes que precisam ser tocadas para as pessoas que nos apoiaram naquele tempo, e me irrita muito que aqueles caras tentem agir como nada disso jamais tenha acontecido.
“Eddie e Alex Van Halen estão tentando me impedir até de tocar essas músicas. Eles já mandaram advogados e pessoas virem dizer ‘Não, ele não pode tocá-las’. De vez em quando você precisa de autorização para tocar algo, como na TV e tal, e eles dizem não. Eles vão mesmo lutar nos tribunais para tentar me impedir, e eu vou ficar puto. Eu contratei um advogado e vou lutar contra esses caras até o fim. Essas são minhas músicas! Eu escrevi cada letra e cada porra de melodia em cada uma dessas músicas, e para aqueles caras dizerem que eu não posso tocar as minhas próprias músicas, ai meu deus, eu vou enlouquecer. ”
Tal como Trunk aponta, os irmãos holandeses não teriam nenhuma sustentação legal caso de fato acabassem nos tribunais com Hagar – mas Sammy afirma que isso e mais para atrapalhar do que para vencer uma disputa legal. E de vez em quando dá certo, como quando, recentemente ele apareceu no programa Live From Daryl’s House.
‘Daryl queria que tocássemos ‘Why Can’t This Be Love’ e ‘Finish What Ya Started’, e o advogado deles disse não e entrou com pedido ao juiz, e daí a emissora disser, ‘Bem, não temos tempo para entrar uma ação e descobri quem está certo ou errado. Simplesmente não tem como ser essas músicas’. É simplesmente estúpido e infantil. ”
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Músico do Ghost comenta homenagem a amigo suicida

“He Is”, faixa do álbum Meliora, do Ghost, é uma homenagem a Selim Lemouchi, líder da banda holandesa The Devil’s Blood. Ele cometeu suicídio em março de 2014, aos 33 anos. “Vivíamos longe, mas sempre que nos encontrávamos era uma diversão. Essa música já existia em demos, mas nunca tínhamos acertado o aspecto lírico. Após a morte de Selim, tudo se acertou. Ela fala sobre a fé em um grande além”, disse um dos músicos da banda ao Loudwire.