Pular para o conteúdo principal

"Deveríamos fazer shows com uma orquestra", diz baterista do Iron Maiden




Assim com já fizeram Deep Purple, Metallica, Scorpions e várias outras bandas, o Iron Maiden pode tocar com uma orquestra no palco, dando novos arranjos às músicas mais longas e intrincadas do grupo. Isso pode nunca acontecer, mas, ao menos, é a vontade do baterista Nicko McBrain.

Em entrevista à rádio americana "The Gater da Florida", ele comentou o fato de não ter planos de tocar ao vivo a nova faixa "Empire Of The Clouds", que tem 18 minutos e instrumental de cordas e piano.

"Estou bem certo de que não vamos tocá-la. Não por causa da duração. Mas há muita orquestração e Bruce ao piano. Vamos dizer que ele não está pronto para tocar ao vivo", disse McBrain.
"O que eu gostaria de ver o Maiden fazendo antes de sairmos da agenda da turnê, e geralmente saímos, é fazer como o Jon Lord [antigo tecladista do Deep Purple], quando ele tocou no Royal
 Albert Hall. Eu queria tocar as músicas com uma orquestra."

O eventual show orquestral do Iron Maiden contaria não só com músicas recentes, como as do recém-lançado "The Book of Souls", mas também clássicos.

"Eu adoraria fazer isso. Temos muitas coisas, como, 'Alexander The Great' que é uma grande faixa que todos estão falando que nunca foi tocada ao vivo. Eu gostaria de fazer coisas desse tipo. Gostaria de fazer uma versão orquestral de tudo o que não tocamos."

Na entrevista, o baterista também falou sobre o novo disco do Iron, comparando-o aos melhores momentos da discografia da banda britânica. "Eu acho que é o 'The Number Of The Beast' do novo milênio. Acho que 'The Number Of The Beast' foi o maior álbum e realmente estabeleceu o Maiden."
"E, claro, depois eles tiveram um novo baterista chegando. Um cara bem bonitão, devo dizer", brincou Nico, que ingressou no Iron Maiden em 1982, logo após a turnê do álbum "The Number Of The Beast", substituindo o baterista Clive Burr.

A próxima turnê do Iron, a "The Book of Souls World Tour", terá início em fevereiro, nos Estados Unidos. Já no mês seguinte, a banda do vocalista Bruce Dickinson desembarca no Brasil, onde faz shows no Rio (17), Belo Horizonte (19), Brasíla (22), Fortaleza (24) e São Paulo (26).
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…