Pular para o conteúdo principal

A celebração do 'cult'


Bangalore Choir – All Or Nothing: Live at Firefest [2011]

O show no Firefest, festival realizado anualmente em Nottingham, Inglaterra, marcou a volta do Bangalore Choir aos palcos. Após muito tempo, David Recce e Curt Mitchell retomavam o caminho e percebiam que ainda havia o que fazer em grupo, vide o ótimo álbum Cadence. Mas óbvio que o foco do setlist ficaria com o clássico ‘cult’ On Target, de 1991. Nada menos que oito das dez faixas do álbum estão presentes. A comoção foi tão grande que o show acabou rendendo esse CD, lançado em edição limitadíssima de mil cópias. Mais um atrativo para os fãs de Hard Rock é o fato de a mixagem ter ficado por conta de ninguém menos que Harry Hess, eterno vocalista do Harem Scarem.

Apesar da idade pesando, Recce consegue uma performance satisfatória nos vocais, além de interagir muito bem com a tímida platéia britânica. Claro que algumas notas mais extremas já são difíceis de alcançar, mas os backing vocals ajudam a suprir esse percalço, mesmo que alterando algumas passagens. A banda mostra entrosamento, com destaque para os guitarristas. O já citado Curt e Andy Susmimhl reproduzem com fidelidade o que foi gravado em estúdio.

Difícil apontar algum destaque entre as faixas. Mas o quase hit “Loaded Gun” e a sacolejante “Doin’ the Dance” – composição de Jon Bon Jovi e Richie Sambora oferecida ao grupo durante a gravação do debut – aparecem com força. Da mesma forma “If the Good Die Young (We’ll Live Forever)” obtém a melhor resposta do público. Vale citar que ela foi dedicada por David a Ronnie James Dio e Steve Lee, embora esse momento tenha sido omitido no play. Entre as novas, não dá para deixar de citar a empolgante “Martyr”, Hard Rock com todas as características que agradam os fãs do estilo. Quem já conhece não pode deixar de ter em sua coleção.

Nota 8

David Recce (vocals)
Curt Mitchell (guitars)
Andy Susmihl (guitars)
Danny Greenberg (bass)
Hans T’Zandt (drums)

01. Wazoo City
02. Power Trippin'
03. Just One Night
04. Martyr
05. Doin' The Dance
06. Loaded Gun
07. If The Good Die Young
08. Living Your Dreams Every Day
09. Slippin' Away
10. Freight Train Rollin'
11. Angel In Black
12. All Or Nothin'

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Músico do Ghost comenta homenagem a amigo suicida

“He Is”, faixa do álbum Meliora, do Ghost, é uma homenagem a Selim Lemouchi, líder da banda holandesa The Devil’s Blood. Ele cometeu suicídio em março de 2014, aos 33 anos. “Vivíamos longe, mas sempre que nos encontrávamos era uma diversão. Essa música já existia em demos, mas nunca tínhamos acertado o aspecto lírico. Após a morte de Selim, tudo se acertou. Ela fala sobre a fé em um grande além”, disse um dos músicos da banda ao Loudwire.