Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

Inexplicável

Não é à toa que o Motörhead é tão venerado por fãs de difernetes estilos de Rock. A banda engloba as melhores características do gênero, criou um estilo próprio e seus shows é empolgante. No Rio, os caras estavam ainda mais empolgados. Principalmente Phil Campbell, que estava notavelmente extasiado

Muito... MUITO OBRIGADO!!!

Foram mais de 3 mil acessos durante o dia. Uma cobertura intensa de dois caras que moram longe do Rock In Rio, mas fizeram tudo de coração. Nosso muito obrigado a todos que prestigiaram nossa cobertura. E a certeza de que, onde houver um acontecimento importante, lá estaremos, com nossas dificuldades técnicas, mas muito amor e dedicação à causa. Como você, que nos acompanha diariamente e nos alegra com sua presença.

Da noite de hoje, fica a certeza que o Rock nunca morrerá. Independente do que aconteça, ele sempre estará presente. Por causa de mim, de vocês e das bandas que fazem isso rolar. E nossa força foi mostrada, arrastando mais uma vez milhares de pessoas em uma edição do maior festival de música do mundo – sim, apesar dos pesares, temos muito o que nos orgulhar do Rock In Rio, um festival único.

Que o Palco Sunset sirva de exemplo. Podemos organizar festivais de médio porte com presença garantida de público com as nossas bandas e convidados de fora. O Brasil pode …

Celebrando o amigo perdido

No dia 27 de setembro de 1986, Cliff Burton falecia em trágico momento. Por isso, o Metallica não se esqueceu de homenagear o companheiro no show do Rock In Rio, em “Orion”. Mas o show não se resumiu a isso. Estamos falando de uma das maiores bandas de todos os tempos. Da que teve o disco mais vendido dos últimos vinte anos. E dos que, mesmo nos piores momentos, ofereceram shows diferenciados. Agora, então... pode acabar o Rock In Rio sem prejuizo.

Thin Lizzy lança novo disco ao vivo

A Four Worlds Media lança no próximo dia 27 o álbum Live In London 2011, do Thin Lizzy. A formação do grupo na ocasião, trazia os antigos integrantes Scott Gorham (guitarras), Brian Downey (bateria) e Darren Wharton (teclados). Marco Mendoza (baixo) já havia tocado com o projeto pós-Phil Lynott, enquanto as caras novas são Vivian Campbell (guitarras) e Ricky Warwick (vocais).

Registrado no Hammersmith Apollo, em Londres, o disco traz as seguintes faixas.

CD 1

01. Are You Ready?
02. Waiting For An Alibi
03. Jailbreak
04. Do Anything You Want To
05. Dancing In The Moonlight
06. Massacre
07. Angel Of Death
08. Still In Love With You
09. Whiskey In The Jar
10. Emerald

CD 2

01. Wild One
02. Sha La La La
03. Cowboy Song
04. The Boys Are Back In Town
05. Rosalie
06. Bad Reputation
07. Black Rose
08. The Rocker

30 anos de W.A.S.P.

O W.A.S.P. anunciou para exatamente daqui um ano o início de sua turnê comemorativa de três décadas, intitulada 30 Years Of Thunder. O começo da excursão será no Reino Unido. Os shows serão divididos em etapas diferentes. A primeira hora contará com músicas apenas dos quatro primeiros álbuns. Os 25 minutos seguintes trarão uma versão reduzida do conceitual The Crimson Idol. Encerrando, material do próximo trabalho, além de resgate de mais velharias.

George Lynch não vem mais

O Manifesto Bar informou, através de seu perfil no Twitter, que o show de George Lynch em São Paulo, que aconteceria no próximo domingo, foi cancelado. Já é a segunda vez que o guitarrista "dá o cano" recentemente. Mais informações sobre os motivos assim que divulgados.

Pesadelo rentável

Welcome 2 My Nightmare, novo álbum de Alice Cooper, vendeu 18 mil cópias em sua primeira semana nos Estados Unidos. O número garantiu a 22ª posição no Top 200 da Billboard, parada mais tradicional do mundo. Seu trabalho anterior, Along Came A Spider, teve 10 mil unidades comercializadas no mesmo espaço de tempo e chegou ao número 53 do chart.

Fiona's back!

Após um hiato de 20 anos, Fiona está de volta ao mundo do Hard Rock. Seu novo álbum, Unbroken, conta com a produção de James Christian (House Of Lords), que também participou do processo de composição, assim como figuras consagradas como Tommy Denander e Holly Knight, responsáveis por vários hits do estilo.

O disco será lançado no dia 1º de outubro nos Estados Unidos e em 17 do mesmo mês no Reino Unido. O tracklist traz as seguintes faixas:

01. Loved Along The Way
02. Broken
03. I've Released You
04. Shadows Of The Night
05. Badge Of Love
06. Wild One
07. This Heart (Duet with Robin Beck)
08. Get Yer Kix
09. Salt On My Wings
10. I Love You But Shut Up
11. Everything You Are

Idéia fixa

Dave Mustaine conversou com a CBS sobre os próximos planos de turnê do Megadeth. E, é claro, não deixou de lembrar de vocês sabem quem.

“Faremos uma tour que terá nós, Motörhead, uma grande banda que está surgindo chamada Volbeat e o Lacuna Coil. Muitos só querem ver a gente com o Metallica. É tudo que gostam. Certamente faria uma excursão com as duas bandas. Estou ansioso pelo momento em que eu, Lars, James e David Ellefson possamos fazer um disco juntos”.

Mustaine também relatou um momento que quase gerou outra tensão com seu antigo grupo. Aconteceu em 1987.

“Lembro quando Cliff (Burton) morreu. Houve um momento em que o nome de Dave foi especulado. Fiquei preocupado, não queria perder o meu baixista, além de ter mais um motivo para me chatear com eles. Deus sabe que eu tinha minhas razões, mesmo que nem todas fossem verdadeiras. Muitas foram causadas por mim mesmo. Acho que levaram isso em conta e foram atrás de Jason (Newsted)”.

Lisonjeados

Em entrevista ao San Antonio Metal Music Examiner, Ian Hill comentou a nova coletânea do Judas Priest, The Chosen Few. A compilação teve seu tracklist escolhido por grandes astros do Rock mundial.

Há algo no disco que lhe surpreendeu?

Na verdade não. Ficamos muito lisonjeados. Não há elogio maior que ver caras como Lemmy e Ozzy participando. Estávamos meio isolados das notícias. Só vimos a lista há cerca de um mês, mas ficou fantástica.

Se você tivesse que escolher uma faixa para a coletânea, qual seria?

Estamos tocando “Blood Red Skies” ao vivo. Ela é uma daquelas que foi subestimada por muito tempo. Tem partes lentas, partes rápidas, pesadas, um pouco de tudo.

Ex-Metal Church lançando disco

O ex-vocalista do Metal Church, Ronny Munroe, lança em 18 de outubro Lords Of The Edge, seu novo álbum solo. O trabalho conta com a participação especial dos guitarristas Chris Caffery (Savatage), Michael Wilton (Queensrÿche) e Stu Marshall (Empires Of Eden). O tracklist é o seguinte:

01. Just Breathe
02. Full Circle
03. Pierced By The Maiden
04. The Vision
05. The Fear Of What's To Come
06. Let Them Feed
07. Rock And A Hard Place
08. Blood Red Skies
09. Lords Of The Edge
10. Touched By A Demon
11. Still Alive
12. Goodbye To The Black

Sessentão, mas sem perder o pique

David Coverdale completa 60 anos na próxima quinta-feira. Talvez nem o próprio esperasse ainda estar trabalhando com essa idade. “Me aposentei mais vezes que Frank Sinatra. Ainda bem que não contei a muitas pessoas”, declara o líder do Whitesnake em meio a risadas durante entrevista ao Brave Words. “A indústria da música pode ser tão desgastante e destrutiva para uma pessoa que lhe faz pensar em dar um passo atrás”.

Mas hoje, ele se sente melhor que nunca. “É incrível que eu ainda possa trabalhar como músico. Isso trouxe consistência, não apenas em minha carreira, mas também na vida privada. Estou experimentando os melhores momentos de minha vida. E acredite, já passei por muito”.

O conteúdo da máquina do tempo

Foi revelado o tracklist completo do DVD Time Machine 2011: Live in Cleveland, do Rush. O trabalho será lançado em 7 de novembro, via Roadrunner Records.

Set 1

* The 'Real' History of Rush Episode No. 2 "Don't Be Rash"
* The Spirit of Radio
* Time Stand Still
* Presto
* Stick It Out
* Workin' Them Angels
* Leave That Thing Alone
* Faithless
* BU2B
* Free Will
* Marathon
* Subdivisions

Set 2

The 'Real'' History of Rush Episode No. 17 "...and Rock and Roll is my name."

* Tom Sawyer
* Red Barchetta
* YYZ
* Limelight
* The Camera Eye
* Witch Hunt
* Vital Signs
* Caravan
* Moto Perpetuo (featuring Love For Sale)
* O'Malley's Break
* Closer To The Heart
* 2112 Overture/The Temples of Syrinx
* Far Cry

Encore

* La Villa Strangiato
* Working Man

Material bônus

* Outtakes from "History of Rush, Episode 2 & 17"
* "Tom Sawyer" featuring the cast of "History of Rush, Episode 17"
* "Need Some Love" Live from Laura Secord Secondary …

Alice e convidados no Whiskey A Go-Go

Ontem à noite, Alice Cooper realizou o tão aguardado show que marcou sua volta ao lendário Whiskey A Go-Go. A apresentação contou com participações especiais de Robbie Krieger (The Doors) e Ke$ha, além de ser o primeiro show completo com Orianthi na guitarra. Eis o setlist apresentado:

01. The Train Kept A-Rollin'
02. Under My Wheels
03. No More Mr. Nice Guy
04. Is It My Body
05. Brown Sugar
06. I'll Bite Your Face Off
07. Muscle Of Love
08. Cold Ethyl
09. We Gotta Get Out Of This Place
10. Billion Dollar Babies
11. Break On Through (feat. Robbie Krieger)
12. Back Door Man (feat. Robbie Krieger)
13. Poison
14. I'm Eighteen
15. School's Out (feat. Ke$ha)
16. Elected

Números fenomenais

Em entrevista ao Broward/Palm Beach New Times, o guitarrista Brad Gillis comentou sobre o sucesso da turnê que o Night Ranger participa atualmente, com o Journey e o Foreigner. "Parece que as bandas de nossa época estão voltando a ganhar popularidade, as turnês estão vendendo muito bem. Os números de nossa excursão estão fenomenais. Lotamos anfiteatros com capacidade para 20 mil pessoas. Viajar pelo país com um novo disco tem sido empolgante".

Excesso de headbanging

Dave Mustaine falou à Rolling Stone sobre o problema no pescoço que quase o impediu de fazer o show de ontem. “Estava em um hospital até terça-feira de manhã, vou passar por uma cirurgia logo. É muito ruim, se eu fizer um movimento errado, posso ficar paralizado”.

Segundo o músico, a participação da banda realmente chegou a ser cancelada, rumor que tomou conta da internet horas antes do evento. “Ligamos e dissemos que não poderíamos. Mas depois pensei melhor. Confio em Deus e sei que Ele me tem em suas mãos. Não me trouxe até tão longe, passando por tantas adversidades, fazendo me reconciliar com todo mundo para simplesmente impedir esse último show”.

Ao falar sobre a natureza de sua lesão, Mustaine não titubeou em atribuir ao headbanging. “É o resultado de bater cabeça por tantos anos. Provocou vários machucados no corpo. Tivemos que adiar o show em Dubai para dezembro. Deveremos postergar a ida à América do Sul também, pois a recuperação dura em torno de dois meses”.

Iron Maiden apresenta calendário 2012

Novidades no Official Iron Maiden Shop! O tradicional calendário da banda já tem sua versão para o ano de 2012. Dessa vez, um dos produtos mais vendidos do merchandise oficial apresenta todas as obras de arte desenhadas para as camisetas da The Final Frontier World Tour realizada entre 2010 e 2011. Em tamanho A3 (42 x 29,7 cm) o calendário possui na folha do mês de junho a imagem feita para os shows do Brasil.

Velho demais para intriguinhas

Em entrevista à Rolling Stone, Lars Ulrich citou a maturidade como o principal motivo para o fim das brigas entre as bandas do Big Four. "Quando se sai da caixinha de areia e cresce, você para de se preocupar tanto com os outros. Para mim, agora, a competição é muito mais interna", declarou o baterista.

Jörg Michael deixa o Stratovarius

Após 16 anos, o baterista Jörg Michael vai sair do Stratovarius. O músico alega razões pessoais para a decisão. "Aceitamos com muita tristeza e o desejamos tudo de bom no futuro. Ao mesmo tempo, asseguramos que a banda vai continuar", declarou o vocalista Timo Kotipelto.

O grupo fará uma mini-turnê de despedida com o alemão. Serão cinco shows na Finlândia, entre os dias 18 e 26 de outubro. Ano passado, Jörg foi diagnosticado com câncer e teve sua tireóide completamente removida.

Metallica fecha apresentação do Big Four em NY

E os donos da festa fizeram sua parte. O Metallica encerrou o show do Big Four no Yankee Stadium. Na jam com as quatro bandas no palco, ao invés do Diamond Head, a escolha da vez foi Motörhead. O setlist foi o seguinte:


'Creeping Death'
'For Whom The Bell Tolls'
'Fuel'
'Ride The Lightning'
'Fade To Black'
'Cyanide'
'All Nightmare Long'
'Sad But True'
'Welcome Home (Sanitarium)'
'Orion'
'One'
'Master Of Puppets'
'Blackened'
'Nothing Else Matters'
'Enter Sandman'
'Overkill' (Big Four Jam)
'Battery'
'Seek & Destroy'

"Crocante por fora e cremoso no meio”

O baixista Tom Hamilton enviou nova mensagem aos fãs sobre o andamento dos trabalhos do Aerosmith em seu novo disco.

“Finalizamos as faixas básicas. Temos 13 músicas e vamos ficar nesse número, ao menos por hora. As partes de baixo estão prontas, sujeitas a ajustes futuros. A bateria também. Estamos começando os overdubs de guitarra. Gosto de ficar no studio quando Joe (Perry) e Brad (Whitford) fazem suas participações. Provavelmente é o que faremos até o fim desse mês. Depois, ensaiaremos para a turnê pela América do Sul e Japão, que vai até dezembro. Após os shows, nos dedicaremos ao disco intensamente. Steven vai começar a cantar. Já podemos mentalizar o álbum. Gosto de descrevê-lo como crocante por fora e cremoso no meio”.

Tyketto reúne formação original em show para todo o mundo

No dia 26 de novembro, um sábado, o Tyketto fará uma apresentação especial em Nova York. O evento será transmitido ao vivo para todo o mundo, via internet. Será a primeira vez que a formação original (Danny Vaughn, Brooke St. James, Michael Clayton e Jimi Kennedy) toca junto em anos – o tecladista Bobby Lynch completa o line-up.

Assim como em um show convencional, haverá cobrança de ingressos. Quem estiver interessado em assistir a performance deve fazer um depósito de 15 dólares na seguinte conta do PayPal. Entre cinco e sete dias depois, será enviado um código de acesso. Os fãs poderão interagir diretamente com a banda, pedindo músicas e enviando mensagens.

Relembrando as ilusões

Em entrevista ao Music Radar, Slash comentou sobre as desavenças com Axl Rose durante o processo de gravação dos álbuns Use Your Illusion. “Honestamente, preferia gravar apenas um disco, com dez músicas mais diretas. Mas era uma oportunidade de movimentar a banda novamente”. O guitarrista passava por sérios problemas com as drogas, especialmente heroína. “Escrevi ‘Coma’ em um delírio. É uma faixa que ainda tenho orgulho. Não há muita técnica, mas é a típica abordagem do meu estilo”. Apesar dos problemas e desavenças, Slash destaca que a banda ainda conseguia render quando deixava tudo de lado e se concentrava apenas na música. “Era uma química natural, assim que nos livrávamos das distrações”.

Mas os músicos tiveram que ceder aos desejos megalômanos do vocalista em várias oportunidades, o que incomodou decisivamente um membro em específico. “As músicas ganhavam proporções grandiosas, a produção e a grandiosidade dos arranjos passou a incomodar Izzy (Stradlin). Isso ia c…

Celebração metálica

O Iced Earth anunciou as bandas de abertura durante a parte européia da turnê do álbum Dystopia. Os norte-americanos do White Wizzard e os ingleses do Fury serão os responsáveis por aquecer as platéias do Velho Continente. "Estou ansioso para excursionar com esses caras. Os dois grupos trazem muita energia. Sei que os fãs gostarão tanto quanto nós", declarou Jon Schaffer.

Não é a pirataria, é a falta de talento

Em entrevista ao USA Today, Dave Grohl declarou que a culpa da queda nas vendas de discos no mundo não é da pirataria, mas da falta de talentos na música atual. E apontou o sucesso da cantora Adele como exemplo de que quando o produto é bom as pessoas compram.

"As pessoas estão surpresas que ela venda tantos discos. Eu não. Ela é ótima! Tem uma linda voz. O que choca a todos é ver alguém com talento como o dela. A culpa do que vem acontecendo é da música em si".

Revisitando clássicos

A guitarrista e vocalista do Girlschool, Kim McAuliffe, comentou a regravação do álbum Hit and Run que a banda lançará em 26 de setembro. "Fizemos algumas mudanças, mas não vou revelar o que, pois espero que nossos fãs reparem por eles próprios. Claro que o som está diferente, temos Jackie Chambers no lugar de Kelly Johnson e a tecnologia atual é incrível, comparando com o que tínhamos à época".

O tracklist de Hit and Run Revisited traz as seguintes faixas:

01. C'mon Let's Go
02. The Hunter
03. (I'm Your) Victim
04. Kick It Down
05. Following the Crowd
06. Tush
07. Hit and Run
08. Watch Your Step
09. Back to Start
10. Yeah Right
11. Future Flash
Bonus tracks:
12. Demolition Boys
13. Hit and Run (with Doro)

Les Paul dos tempos modernos

Depois de Angus Young, o Van Halen News Desk revelou o depoimento de Lita Ford que aparecerá no livro Eddie Van Halen, de Neil Zlozower.

"Todos sabemos que EVH é o Les Paul do mundo moderno. Ele mudou a cara do Rock. Mas a pessoa é que verdadeiramente o faz ser tão único. Ele é uma inspiração para todos os músicos, pois todos queremos ser como ele. Nos esforçamos muito, mas a verdade é que só há um Edward Van Halen".

BLS com novo baterista

O Black Label Society já tem um novo baterista permanente. É Chad Szeliga (Breaking Benjamin, Ourafter). Ele substitui Mike Froedge, que excursionou com o grupo nos últimos meses.

Capa do EP do Mpire Of Evil

Essa é a capa do EP The Creatures Of The Black, primeiro lançamento do Mpire Of Evil. Além das faixas próprias “Reptile”, "Hellspawn" e “The Creatures OF The Black”, o trabalho traz quatro covers: “Exciter” (Judas Priest); “God Of Thunder (KISS); “Hell Ain’t A Bad Place To Be” (AC/DC) e “Motörhead” (Motörhead). O mini-álbum será lançado oficialmente em 25 de outubro.

Uma relação de tia para sobrinhos

Em entrevista ao Examiner.com, Alice Cooper comentou sobre sua relação com o KISS.

“Conhecia eles antes mesmo de se chamarem KISS. Basicamente, dissemos para eles onde comprar a maquiagem, sabe? Lembro de ter falado ‘Vocês vão ser criticados e equiparados por isso’. O que eles diziam na imprensa era muito esperto. ‘Se um Alice funciona, quatro funcionarão’. Ao mesmo tempo, faziam um show que era diferente do meu. Usavam pirotecnias e lasers. Gene Simmons e Paul Stanley são muito inteligentes. O suficiente para trabalhar com Bob Ezrin, o que funcionou. Nunca tive problemas com o KISS, sempre nos demos bem. Na verdade, provavelmente serei eu que os receberá Rock and Roll Hall Of Fame”.

Doro preparando novo álbum

Em entrevista à Guitar World, Doro Pesch falou sobre seu próximo trabalho de estúdio. “Ainda não está pronto, mas está a caminho. Já tenho oito ou nove faixas e deve sair no começo do ano que vem. Lançaremos um ou dois singles antes. Colocamos nosso coração nisso, então vai levar um tempo para finalizar”.

Carregando a bandeira

Na nova edição da revista Kerrang, Rob Halford analisa o que há de especial na cena britânica.

“Por onde começar? Não há dúvida que todas as grandes bandas de Rock e Metal daqui estão por perto desde que o movimento começou e foram muito importantes na construção da cena ao redor do mundo. É algo que todos nós, músicos britânicos, devemos nos orgulhar. No caso do Judas Priest, carregamos a bandeira do Heavy Metal local. Tocamos em quase todos os lugares que há para se apresentar no Reino Unido. Cada pub, cada clube, seja o que for”.

Generation Kill oferece música

O Generation Kill, projeto do vocalista do Exodus, Rob Dukes, disponibilizou para download a faixa-título de seu primeiro álbum, Red, White and Blood. Para baixá-la acesse aqui.

Sem saudosismo (de novo)

O vocalista Sebastian Bach (ex-Skid Row) foi entrevistado recentemente pelo Sleaze Roxx. Confira trechos abaixo:

Uma das coisas que se destacam no novo álbum, "Kicking & Screaming", é que você ainda tem vocais poderosos. Sei que não gosta de falar sobre o Skid Row, mas a sua performance está comparável ao "Slave To The Grind".

Sebastian Bach: Hey, obrigado. É algo muito legal de se dizer. Minhas bandas preferidas são como o Rush, AC/DC, Neil Young... bandas que continuaram lançando discos independente das tendências. Sou um colecionador de música e estou sempre procurando por CDs legais, mas a verdade é que há poucos bons sendo lançados atualmente. Me considero muito sortudo de poder lançar um novo álbum em 2011. Não quero reinventar a roda, apenas quero lançar um álbum na linha de "Slave To The Grind" e "Angel Down". Estou aqui chutando traseiros e berrando rock n' roll.

Qual foi a inspiração por trás deste álbum, e você concord…

Rumores, rumores e mais rumores

O Pulse Of Radio divulgou que o rumor mais recente sobre o novo álbum do Van Halen foi que o guitarrista Eddie Van Halen estava infeliz com alguns vocais de David Lee Roth e queria que fossem regravados. De acordo com o MelodicRock.com, uma fonte secreta negou os rumores de que as gravações estariam sendo engavetadas, mas adicionou que "o atraso tem a ver com os vocais. Esse parece ser o problema. Eddie não está satisfeito com os vocais que já foram gravados e regravados, o que causou muita frustração entre os irmãos Van Halen e David Lee Roth". O site publicou uma atualização dizendo que esses problemas já foram resolvidos.

O site também alega que os empresários estão negociando um contrato com uma gravadora, embora ninguém fora das organizações Van Halen tenha ouvido o álbum ainda. Apesar da ideia de um contrato exclusivo com a Wal-Mart tenha sido discutido, a banda parece procurar um contrato grande, para todo o mundo, com apenas uma gravadora.

Uma data antes do N…

Ele que se adapte

O guitarrista Scott Ian conversou com o The Arizona Republic. Confira alguns trechos:

O que você pensa hoje sobre os primeiros álbuns do Anthrax, como Fistful Of Metal e Spreading The Disease?

Eu os amo. Na verdade, não gosto de escutar Fistful Of Metal pois odeio a mixagem, minha guitarra está enterrada. Todo o resto soa legal. Amo as músicas, mas se pudesse o remixaria. Talvez em 2014, quando completar 30 anos. Mas gosto desses discos. Ainda tocamos aquele material ao vivo, o que prova que ultrapassou o teste do tempo.

Como é ter Joey Belladonna de volta?

É demais. Basta ouvir a performance dele no novo álbum. Ele canta músicas que recém havia conhecido com a propriedade de quem as interpretava há uns 20 anos. Ele detona no disco.

O que mudou nas músicas quando Joey substituiu Dan Nelson?

Não muita coisa. Cada um colocou seu estilo, assim como eu faria, sendo guitarrista. Nunca pensamos em mudar tudo por causa de Joey, ele que devia se adaptar.

Baixista de Halford monta projeto próprio

O baixista Ray Riendeau (Halford, James LaBrie) lançou um novo projeto, chamado Star Monarchy. O primeiro trabalho do grupo contará com uma série de vocalistas e músicos se revezando pelas faixas. Os primeiros anunciados são o vocalista Dan Tompkins (Tesseract), o guitarrista Francesco Artusato (All Shall Perish) e o baterista Peter Wildoer (Darkane, James LaBrie).

Chutando e gritando no Brasil

A Wet Music anunciou que lançará no Brasil o novo álbum de estúdio de Sebastian Bach, Kicking & Screaming. O disco estará disponível a partir do dia 3 de outubro.

Rage retoma os trabalhos

O guitarrista Victor Smolski anunciou que o Rage entra no Twilight Hall Studio, em Grefrath, Alemanha, no próximo mês de outubro, para começar as gravações de seu novo álbum. Por hora, a banda trabalha intensivamente nas novas composições.

Children Of Bodom anuncia agenda sul-americana

Os finlandeses do Children Of Bodom revelaram as datas de shows na América do Sul para o próximo mês de dezembro. São elas:

4/12 - Espaço das Américas - São Paulo, Brasil
6/12 - Las Duranas - Montevidéu, Uruguai
8/12 - Teatro Flores - Buenos Aires, Argentina
10/12 - Chocolate Club - Santiago, Chile

Megadeth: Divulgada capa e Tracklist do novo álbum

Depois de revelar a capa, o Megadeth anunciou as faixas que compõem o tracklist de TH1RT3EN. São elas:

01. Sudden Death
02. Public Enemy No. 1
03. Whose Life (Is It Anyways?)
04. We The People
05. Guns, Drugs & Money
06. Never Dead
07. New World Order
08. Fast Lane
09. Black Swan
10. Wrecker
11. Millennium Of The Blind
12. Deadly Nightshade
13. 13

Regravação do inferno de Dante

O Iced Earth regravou o clássico épico Dante's Inferno e disponibilizou de graça em seu site oficial. Confira clicando AQUI (exige cadastro de email grátis).

O antigo volta provisoriamente

Devido a uma "lesão séria", o baterista Paul Bostaph do Testament não poderá tocar na turnê marcada com o Anthrax e o Death Angel, que começa em 14 de outubro. O antigo baterista John Tempesta (atualmente no The Cult) retornou ao posto provisoriamente. Tempesta comentou: "Eu não deixei o The Cult. Apenas estou ajudando os caras do Testament para essa turnê, pois Paul está machucado."

Iced Earth grava dois clipes

O Iced Earth se reuniu nos arredores de New Jersey para a gravação de dois videoclipes para duas músicas do novo álbum, Dystopia. São elas a faixa-título e “Anthem”. As filmagens marcam a estréia do novo vocalista do grupo, Stu Block.

Rush acerta contrato com Roadrunner

O Rush anunciou através de seu manager, Ray Daniels, um novo contrato com a Roadrunner Records. A companhia será responsável pelo lançamento de Clockwork Angels, próximo trabalho de estúdio do trio canadense, em 2012.

Eddie Van Halen, por Angus Young

O Van Halen News Desk publicou em primeira mão o depoimento de Angus Young sobre Eddie Van Halen, que estará no livro a ser lançado em 12 de outubro próximo. Além do guitarrista do AC/DC, vários outros grandes nomes do instrumento falam sobre um dos mais inovadores músicos de todos os tempos.

O AC/DC fez um show com o Van Halen em 1978 ou 79. Não sabia muito sobre eles, exceto por alguns clipes que havia visto, especialmente o de Eddie tocando “Eruption”. Fiquei impressionado. Não o conheci até anos depois, durante um Monsters Of Rock na Inglaterra. Fiquei chocado em saber que ele gostava do meu estilo de tocar, pois nunca me considerei um grande guitarrista.

Eddie é um inovador. Quando cresci, tínhamos grandes instrumentistas na Inglaterra, como Jimmy Page, Eric Clapton e Jeff Beck. Depois, é claro, veio Jimi Hendrix, que mudou tudo. Colocaria Eddie na mesma categoria de Hendrix. Ele mudou o jogo com seu estilo e surgiram vários o imitando. Quando Hendrix se destacou, de…

Entre 12 e 14

Em entrevista à Billboard, Rob Halford declarou que o Judas Priest está bem adiantado nos trabalhos para o novo álbum. “Eu e Glenn Tipton começamos a escrever novas músicas antes de voltarmos à estrada. Temos em torno de 12 e 14 faixas, quatro delas já gravadas e mixadas. Será outro grande e tradicional álbum de Heavy Metal britânico, com o que todos amam do Priest. Os riffs, vocais, toda a tradição que mantemos com o passar dos anos”.

Na jugular de Nostradamus

Em entrevista ao San Antonio Metal Examiner, Tim ‘Ripper’ Owens não se furtou de comparar dois momentos recentes do Judas Priest. Um com sua presença, outro após a volta de seu antecessor.

“Se você comparar Jugulator a Nostradamus, o primeiro é melhor. Mas Rob é o cara. Compreendo isso e sei que a reunião aconteceria. E para ser sincero, me sentia bem com isso. Faço turnês atualmente e sei que se não fosse pelo Judas Priest, não estaria onde estou”.

Misturando tradição e tecnologia

Em entrevista ao Brave Words, o produtor Andy Sneap comentou sua função no álbum Blood Of the Nations, responsável pela volta definitiva do Accept. “As pessoas dizem que eu consegui capturar o som característico deles. Tenho em minha cabeça como a banda deve soar, pois os segui religiosamente quando era jovem. Mas se colocasse aquele som de guitarras presente em Restless and Wild em um trabalho atual, seria despedido na hora (risos). Sinto que consegui trazer o Accept aos tempos atuais com a tecnologia que temos hoje”.

Sneap não complicou as coisas e ainda teve o prazer de ver um de seus ídolos tocando em seu estúdio. “Quando há músicos como Wolf Hoffmann, não preciso ficar mexendo em tudo, apenas me acomodo no melhor sofá. Não dá para ter nada melhor que Wolf solando no porão de casa (risos)”.