Pular para o conteúdo principal

The Beatles: 50 anos de Beatles For Sale


The-Beatles-Beatles-For-Sale
(lançado em 4 de dezembro de 1964)
Com a Beatlemania se espalhando pelo mundo, as excursões tomavam cada vez mais o tempo do Fab Four. Para solucionar a situação, apenas dois meses e meio após as gravações de A Hard Day’s Night, os Beatles voltaram ao estúdio para deixar algo a ser lançado enquanto percorriam o leste europeu e a Oceania. Como o tempo era escasso, o grupo acabou recorrendo aos covers para completar o tracklist. Um retrocesso para quem recém tinha feito seu primeiro trabalho 100% autoral, mas uma necessidade. Ao mesmo tempo, foi a partir deste momento que a dupla Lennon e McCartney passou a se aprofundar em visões mais pessoais através das suas letras, refletindo sobre as novas experiências.
Por conta dos aspectos citados, não são poucos os fãs que consideram Beatles For Sale o álbum menos inspirado da discografia da banda. Nem mesmo a prolífica parceria dos frontmen conseguiu dar conta do ritmo alucinante. Mesmo assim, “Eight Days A Week” figura até hoje entre as preferidas de parte dos admiradores. Nas regravações, os besouros resolveram homenagear Chuck Berry, com uma versão de categoria para “Rock And Roll Music”. Grande herói de George Harrison, Carl Perkins é lembrado duas vezes, com “Honey Don’t”, cantada por Ringo Starr e “Everybody’s Trying To Be My Baby”, com o já citado George assumindo o microfone principal. Buddy Holly e Little Richard também são homenageados.

beatles

Beatles For Sale chegou ao topo da parada britânica, como esperado, lá permanecendo por onze semanas – 46 ao considerarmos a permanência do play no Top 20. Aliás, importante ressaltar que o disco faz parte da famosa discografia inglesa, já quem em outros lugares do mundo os lançamentos possuem diferentes nomes e tracklists. Optamos por restar nosso tributo ao país de origem da banda simplesmente por fazer mais sentido em nosso julgamento. Foi um importante trabalho por manter o nome do grupo no topo, embora realmente esteja alguns degraus abaixo em termos de inspiração. O que seria facilmente contornado com o álbum seguinte, mais uma trilha sonora icônica.
John Lennon (vocais, guitarra)
Paul McCartney (vocais, baixo)
George Harrison (guitarra, vocais)
Ringo Starr (bateria, vocais)
01. No Reply
02. I’m A Loser
03. Baby’s In Black
04. Rock And Roll Music
05. I’ll Follow The Sun
06. Mr. Moonlight
07. Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey!
08. Eight Days A Week
09. Words Of Love
10. Honey Don’t
11. Every Little Thing
12. I Don’t Want To Spoil The Party
13. What You’re Doing
14. Everybody’s Trying To Be My Baby
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…