Pular para o conteúdo principal

Lemmy e o nosso tempo: liberdade anárquica que ameaçava e assustava


http://headbangervoice.blogspot.com.br


Lemmy Kilmister sempre ironizava Keith Richards no começo dos anos 2000. Meio na brincadeira, meio a sério, considerava-se o verdadeiro “highlander'', o imortal do rock, diante do que já tinha passado e vivenciado no rock.

“Keith é um dos grandes, o maioral talvez, e é um imortal também, mas ficou rico aos 20 anos de idade com o sucesso dos Stones. Eu camelei e fiz muita coisa antes de ver algum dinheiro com mais de 30 anos de idade, com o Motorhead. E Keith é só dois anos mais velho que eu'', zombou o cantor e baixista do Motorhead, instituição metálica, em declaração à revista norte-americana Kerrang!

O duro é ter de admitir que o stone venceu mais uma. Surpreendentemente, o roqueiro que mais tinha condições de lura pela condição de “imorrível'' dentro do rock sucumbe a um suposto câncer agressivo e devastador ao final de 2015.
Ian Fraser “Lemmy'' Kilmister, o músico inglês “nascido para perder, mas que viveu para vencer'', conforme a letra de uma de suas músicas, morreu quatro dias depois de completar 70 anos de idade, após cinco anos de complicações de saúde sérias.

Desde 2010 Lemmy cambaleia devido a uma agenda cheia com compromissos incessantes de shows e gravações, mesmo com o freio nos excessos etílicos por conta de recomendações médicas.
O maior dos combatentes do rock se gabava de jamais ter cancelado um show até então por causa da banda – sempre foram problemas externos e alheios ao trio – outrora quarteto.
A nota oficial sobre a morte, publicada no site do Motorhead, dá conta de um “câncer agressivo e devastador'' descoberto no dia 26 de dezembro, moléstia que teria provocado a morte em apenas dois dias.

Na verdade, esse detalhe pouco importa, até mesmo em razão das precárias condições de saúde dos últimos anos de Lemmy – teve problemas de coração em 2013, e foi obrigado a cancelar o show no Monsters of Rock de São Paulo, em 2015, por conta de um sério distúrbio estomacal-instestinal.

Firme, mas nem tanto

http://headbangervoice.blogspot.com.br

O tempo cobrou a conta de Keith Richards, inclusive com uma delicada operação no cérebro em 2006, mas o vovô ainda está aí, tocando para milhares de fãs nas comemorações dos 53 (!!!!) anos de carreira dos Rolling Stones.
A conta também chegou a Lemmy, de forma mais pesada e complicada, dois anos atrás, quando problemas gástricos e cardíacos forçaram o guerreiro do metal a dar um tempo e cancelar shows – algo inédito até então.
E isso ficou bem claro quando a banda Motorhead lançou a versão deluxe do álbum “Aftershock'', de 2013, que é um bom álbum do trio, oficialmente lançado em 2014 com o nome de “Aftershock Tour Edition), com produção de Cameron Webb. O subtítulo nos Estados Unidos é “Best Of The West Coast Tour 2014″.
O segundo CD, que é bônus, traz uma série de clássicos da banda gravados ao vivo ao longo da turnê 2012-2013 pela Europa e pelos Estados Unidos, e o que vemos é uma banda sem a mesma pegada de antes, com Lemmy bastante cansado em algumas músicas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Grave Digger: Banda Gueppardo convidada para abertura em Porto Alegre

A banda Gueppardo foi anunciada como uma das atrações de abertura para o show de Porto Alegre da nova turnê mundial do lendário grupo alemão, Grave Digger. Os shows acontecem no dia 29 de março, no teatro do CIEE (D. Pedro II, 861).

Grave Digger é considerada, ao lado de Rage e Running Wild, uma das maiores bandas de Heavy Metal surgidas na Alemanha, e uma das mais importantes do mundo. Com mais de 35 anos na estrada e 18 álbuns de estúdio lançados, essa é a décima passagem dos alemães pelo Brasil, que promovem o seu novo disco, “Healedby Metal”, lançado em janeiro de 2017.

Gueppardo é uma banda de Hard n’ Heavy de Porto Alegre (RS), formada em 2007. Possui no currículo shows em todo Brasil e também na Argentina, ao lado de nomes de peso, como Steve Grimmett's Grim Reaper e Blaze Bayley (Iron Maiden). Lançou em 2015, o álbum “Fronteira Final”, considerado como um dos melhores lançamentos do estilo no ano. Recentemente a banda disponibilizou em seu canal no youtube, o videoclipe ofi…

Electra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine

Guns N’ Roses: Surge primeira foto de W. Axl Rose em 18 meses

Agora já com uma volta de parte do núcleo que fez do GUNS N’ ROSES a maior banda do mundo no fim dos anos 80 e começo dos anos 90 99,999% confirmada, podemos afirmar com a mesma proporção de certeza QUE:

1 – O grupo será SIM headliner do Coachella em abril próximo;

2 – A banda fará uma apresentação ao vivo no programa televisivo JIMMY KIMMEL LIVE! no mesmo dia em que as atrações do Coachella serão afirmadas – 6 de janeiro, uma quarta-feira;

3 – Mesmo com Duff e Slash a bordo, a banda – que também terá DIZZY REED, RICHARD FORTUS e FRANK FERRER – tocará “2 ou 3 faixas” do álbum de 2008 da marca, “Chinese Democracy”;

4 – Existe SIM um esforço do empresário Doc McGhee para que o SKID ROW – agora sem vocalista – reúna sua formação clássica com o vocalista SEBASTIAN BACH para abrir os 25 shows da turnê estadunidense que começa
em maio. Seria um modo de a banda celebrar os 25 anos de seu maior sucesso de crítica e público, “Slave To The Grind”

5 – Prepare-se para comprar uma caça…